Tecnologia

Esse carro que ilustra a postagem é um Koenigsegg One:1, atualmente o carro mais rápido do mundo a chegar a 300 km/h e parar (0-300-0 km/h). O recorde anterior fora estabelecido em 2011 por um carro da mesma marca, o Koenigsegg Agera R, ele havia levado 21.19 segundos, isso mesmo, em 21 segundos ele atingiu 300 km/h e conseguiu parar por completo.

O Koenigsegg One:1 baixou essa marca surreal. Detalhe, o motorista praticamente não colocou as mãos no volante.

Agora o bom mesmo é o alerta de não tentar fazer isso em casa.

De acordo com o vídeo elaborado pela gigante Samsung, uma pessoa morre por hora em acidente de trânsito na Argentina. Pensando nisso a Samsung colocou em prática uma ideia que a princípio parece interessante, no caso, ela implantou câmeras na frente do caminhão e monitores na traseira. Dessa forma, o motorista que está atrás do caminhão consegue tem uma visão da frente do caminhão, o que facilitaria as ultrapassagens.

A dúvida é: Essa facilidade não iria tirar a atenção dos motoristas?

Eu sinceramente não entendo o que motiva uma pessoa a fazer experiências como essa. Vejamos, essa série especial em ouro do relógio da Apple custa nos EUA US$ 10.000, não sei quanto o Youtube paga o CPM de vídeos ao produtores gringos, mas imagino que uns US$2/milheiro, ou seja, caso ele tenha 3 milhões de visualizações nesse vídeo ele iria gerar US$ 6.000 de receita. Até o momento ele tem 700 mil visualizações.

Enfim… o cara pegou dois poderosos ímãs de neodímio capazes de provocar uma pressão de 300kg, colocou o relógio do meio dos dois e PLAAAAFT! Espatifou tudo.

Ao contrário do que a gente imaginava quando era criança que os carros do futuro seriam super espaçosos, potentes, repleto de ítens eletrônicos e quando não, que seriam capazes até de voar.

Pois bem, ao que me parece o futuro prepara algo mais, digamos, conservador. Partindo desse protótipo, o EO 2, a única coisa que acertamos ao imaginar como seria o carro do futuro é que seriam repletos de ítens eletrônicos, porque espaçosos, potentes e capazes de voar, pelo visto não é bem assim. A ideia principal é o aproveitamento de espaço e a preocupação com o trânsito onde os carros seriam capazes de se interligar. enfim, veja o vídeo e entenderá.

Você já imaginou algo que lhe acompanha onde quer que você vá sem que precise você fazer nenhum comando?

Pois é… nós não estamos falando de um cachorro, estamos falando da Lily Camera, um aparelhinho que tem cara de drone, voa como um drone, mas é muito mais que um drone. Primeiro que você não utiliza nenhum controle para fazer funcionar, basta que você o jogue para cima e pronto, ele já está funcionando.

– Mas Daniel, e ai? Ele fica parado?

Negativo, ai que entra a parte interessante. A Lily Camera irá lhe acompanhar por onde você for, detalhe, filmando você em FullHD (1080p e 60fps) e tirando fotos de 12 MP. Basicamente o usuário carrega consigo um sensor que fará que o drone o acompanhe e mantenha sempre o foco em você, dessa forma suas voltinha de skate, bike, jetsky ou seja lá qual atividade que você precise utilizar as duas mãos poderão ser registradas com qualidade praticamente cinematográficas.

Genial, não?

Aaahh… ele também é a prova d’água.

SOCIAL

227,693FãsCurta
0SeguidoresSiga
12,411SeguidoresSiga
59,285InscritosInscreva-se