Vídeos

Funciona mais ou menos assim a cabeça de alguém que quer publicar um vídeo na internet: Ter a ideia de fazer o vídeo e sonhar com ele publicado em 30 minutos! :)

Via de regra é isso, a ansiedade de ver o vídeo publicado é tão grande que muita gente acaba pecando na edição. Agora imagine a paciência de monge tibetano que esse rapaz teve para conseguir tirar uma foto todos os dias durante nada mais nada menos que 16 anos? E ele conseguiu. É bem interessante acompanhar a evolução, crescimento do cabelo, envelhecimento da pelo, mudança de fisionomia ao longo desses 16 anos em pouco mais de 3 minutos.

Vale o clique.

Não é a toa que professores possuem o direito de se aposentar com 5 anos a menos de contribuição ao INSS. Nós sabemos que professores não são remunerados como deveriam e que as vezes passam por situações delicadas com alunos, mas vocês fazem ideia que tipo de situações delicadas são essas?

Esse vídeo foi publicado ontem (21) no Facebook e mostra um aluno literalmente aterrorizando uma professora, derrubando livros, impedindo passagem, xingando, passando a mão na sua bunda… literalmente uma prova de fogo para professora que resiste com extrema paciência, tudo isso ao som de risos de outros alunos, que filmam o acontecimento.

Que situação vexatória, degradante e revoltante. Que me desculpe os direitos humanos e quem defende a não redução da maior idade penal, mas um aluno desses merecia ser preso. A professora, diante de tanta proteção que o aluno tem, nada pode fazer, digo mais, é mais fácil ela ser punida por ter revidado na hora que o aluno pegou em seus seios do que o aluno sofre algum tipo de sanção.

A cena do espetáculo Improvável da semana é o jogo das Cenas Improváveis, que conta com a seguinte regra: Antes de começar o espetáculo as pessoas da platéia colocam sugestões de cena numa caixa. As melhores são lidas na hora para os jogadores que terão que improvisar algo relacionado.

A ação ocorreu eu uma sala de cinema, antes de começar o filme as pessoas receberam garrafinhas de água mineral, mas havia um pequeno problema, as garrafinhas eram praticamente impossíveis de serem abertas, logicamente as pessoas acabavam ficando frustradas. Pouco tempo depois uma campanha começou a rodar na tela do cinema.

Não posso falar mais nada para não estragar a surpresa do vídeo.

Esse é Eugenio Narvaiza, um político espanhol, mas tanto faz quem seja ele, o ponto aqui é a dentadura e a atenção. Não tem, não há, não existe a menor possibilidade de alguém, depois de quase cuspir a dentadura, ter de volta a atenção para o que está falando, ele poderia estar revelando a fórmula secreta da Coca-Cola, ninguém iria prestar atenção só lembrando da dentadura.

Moral da história, se em qualquer momento da sua vida você cuspir involuntariamente sua dentadura, mesmo que essa não chegue a cair, seja lá onde você estiver, vá embora. Ninguém vai prestar atenção no que você está dizendo e se prestar, não lhe dará a menor importância.

SOCIAL

226,996FãsCurta
4,929SeguidoresSiga
12,445SeguidoresSiga
58,425InscritosInscreva-se