Vídeos

Essa é Shemika Charles e ela leva bem a sério a brincadeira de limbo (passar por debaixo da corda). Shemika, de 22 anos, é de Trinidade Tobago e filha de uma antiga e famosa (pelo menos localmente) competidora de limbo. No vídeo ela conseguiu passar não por baixo de uma cordinha, mas por baixo de uma SUV!

Detalhe, Shemika chega a treinar até 6 horas por dia e em 2010 ela quebrou o recorde mundial ao passar por baixo de uma barreira com apenas 8,5″ (~21,5 cm)  de altura.

Esse é Jeff Dade, ele carrega, diga-se de passagem merecidamente, o apelido de Popeye pela sua monstruosa força na queda de braço. Para se ter uma ideia, seu antebraço tem 49 centímetros de circunferência e a palma de sua mão é do tamanho de uma folha A4.

Consultaram se Jeff tinha elefantiase, gigantismo ou qualquer outra anomalia, mas foram descartadas pela Universidade de Minnesota que concluiu que não haviam sinais que caracterizasse tais condições. Jeff simplesmente nasceu assim, diz sua esposa.

Imagina se a criança resolvesse ser médico proctologista?

Mais uma série com 18 vídeo bobos que foram publicados no nosso Instagram. Uma prova que em menos de 15 segundos você pode colocar um sorriso no rosto.


Hummmm... isso de ter doído!
Hummmm… isso de ter doído!

Olho no laaaance!
Olho no laaaance!

Finge que nada aconteceu
Finge que nada aconteceu

Dinheiro deixa qualquer um lindo
Dinheiro deixa qualquer um lindo

Quando a brincadeira não sai como esperado
Quando a brincadeira não sai como esperado

Bêbado jogando sinuca
Bêbado jogando sinuca

Pense numa LAPADA
Pense numa LAPADA

Jogando a vida social no lixoComo dar estrelinha?
Jogando a vida social no lixoComo dar estrelinha?

Como dar estrelinha?
Como dar estrelinha?

Felicidade
Felicidade

Vamos brincar?
Vamos brincar?

Que diabos é isso que colocaram na minha cabeça?
Que diabos é isso que colocaram na minha cabeça?

Quem nunca?
Quem nunca?

Sabia que já tinha visto essa coreografia
Sabia que já tinha visto essa coreografia

Mais um dia normal de exercício
Mais um dia normal de exercício

Se jooooga!
Se jooooga!

Bora, Marcão?
Bora, Marcão?

Depois da queda, o coice!
Depois da queda, o coice!

Mckamey Manor é um hotel situado em San Diego, Califórnia, EUA, onde a intenção é proporcionar para seus hóspedes a oportunidade que eles vivam o seu próprio filme de terror. O objetivo é fazer que os hospedem chorarem, se divirtam mas nunca mais queiram voltar.

Para participar dessa hospedagem maldita o cliente precisa ter mais de 21 anos e enfrentar uma fila de milhares de pessoas para ficar apenas algumas horas no hotel.

Apesar dos sustos de ter sua cabeça enjaulada com cobras, tarântulas passeando pela sua cabeça, ser amordaçado, entres outras situações angustiantes, não há relatos de violência física, todos saem ilesos e com vários temas para seus próximos pesadelos.

Eu, que não tenho coragem de assistir Sexta-Feira 13, mal tive coragem de assistir esse vídeo, imagine me hospedar nesse lugar.

O Calypte Anna (Anna Hummingbird, em inglês) é uma espécie de colibri que possui uma curiosidade interessante. Dependendo do ângulo que você olhe para ele, você observará cores diferentes que varia de violeta a cinza escuro.

Lindo, não?

O crime de falsificação de cédulas é um crime que ocorre no mundo inteiro, o que gera grandes prejuízos. O Banco Central não tem como mensurar a quantidade de cédulas falsas que circulam pelo Brasil, mas anualmente o valor apreendido em cédulas falsas está na casa das dezenas de milhões de reais.

Novas tecnologias são criadas para combater o crime de falsificação, principalmente para identificar a originalidade do papel moeda, ocorre que a tecnologia dos falsários também evolui, no vídeo podemos ver que os criminosos conseguiram “pintar” uma nota de US$10 para que ficasse semelhante a de US$50, ou seja, o papel moeda é real, a cédula é verdadeira, isso já conseguiria enganar grande maioria dos testes, o único problema é que a cédula de US$10 vem estampado o rosto de Alexander Hamilton e na de US$ 50 o de Ulysses S. Grant. Se não fosse por isso o crime seria perfeito, se é que ele existe.