Na próxima vez que você escutar o termo sangue de barata, você vai lembrar do russo Oleg Cricket. Pense num cidadão pra ter sangue frio!