O cara foi acertado em cheio por um pedaço da moto que frente que bateu em cheio no seu capacete, isso a mais de 225km/h.

Esse foi o azar!

A sorte foi que mesmo sem reduzir nada, bater no muro como um boneco de pano, nada aconteceu com o piloto.

Essa foi a sorte, e que sorte!