A diferença de segurança entre um Mini Cooper (BMW) e um Gol (VW)

Quer entender um pouco a diferença entre um carro, digamos, comum e um carro… mais seguro?

No vídeo você pode conferir o resultado de uma colisão frontal entre um Mini Cooper, fabricado pela BMW, e um Gol. Pode-se notar que no Gol, as avarias foram enormes chegando a invadir a área do motorista e passageiro, já no Mini Cooper, os equipamentos de segurança conseguiram poupar a parte interna do carro.

Não que o Gol seja um carro frágil, mas o Mini Cooper que demonstrou ser um carro bem seguro, ou seja, é só para entender que o valor que a gente paga a mais por um carro seguro as vezes pode ser muito, muito barato.

Porque só tocar violão é para os fracos

Duas coisas deixarão vocês estupefatos, primeira é o equipamento em si que transforma o violão praticamente em uma banda musical e segunda é a quantidade de informações que o cara consegue controlar simultaneamente para criar o som. Sensacional.

Os melhores fails da semana passada

Vamos lá, começar a semana?

Melhor escapar fedendo do que morrer cheiroso

O apressado as vezes come cru, esse ditado é antigo. Vejam a situação que passou esse rapaz ao querer descer antes do tempo de uma balsa. Ao pular antes que a balsa estivesse atracada ele calculou errado a altura que estava do solo e acabou caindo, o problema que caiu justamente onde a balsa iria encalhar. Por pouco ele não foi partido ao meio.

Quando o homem tenta ter a última palavra | Agora corre!

Imagine a cena: Uma discussão calorosa entre um homem e uma mulher, a mulher visivelmente transtornada gritando com o homem, que por sua vez parece estar em estado de meditação, escutando tudo serenamente.

Só tem um problema, a última palavra tem que ser a dele.

Japoneses criam o mais estranho veículo militar

Só mesmo os japoneses para ter coragem de colocar em prática ideias malucas como essa.

Cuidado para não entrar água no nariz…

Pode ter sido uma ideia infeliz, mas pelo menos ele não largou a longneck.

Homem toca violão enquanto cirurgiões removem tumor do seu cérebro

A cena é no mínimo inusitada, pra não dizer assustadora. Durante a extração de um tumor cerebral, onde o paciente não recebe anestesia geral e é mantido acordado para que os cirurgiões possam interagir com o paciente através de gestos e fala, a equipe do neurocirurgião Dr. Marcos Ghizoni permitiu que o paciente, Anthony Kulkamp, de 33 anos, entrasse no centro cirúrgico com seu violão. Enquanto os médicos operavam seu cérebro, Anthony cantou uma música que ele fez para seu filho, Yesterday, dos Beatles, entre outras canções.

Meio surreal, não?

”Tu é engraçadinho pra cara#$o, né engraçadinho?”

Aquele momento que o ‘Zezinho Fanfarrão’ vai tentar trollar o motorista do ônibus com a brincadeira amarrar o cadarço do tênis na escada… mas nem tudo sai como o esperado.

O ‘melhor pior’ comercial que você verá hoje

Até hoje eu não tinha visto comercial algum capaz de concorrer no quesito “que marmota é essa” com os da Mearim Motos, até conferir esse comercial do azeite Sabrosón, do Equador.

Meus amigos, é pau a pau com os da Mearim Motos.

Ponto alto foi o cara saindo de dentro do prato de sopa UHASuhsaHUsaUHSAUHASHU… sensacional.