Pelo menos na pura inocência das crianças é assim que funciona! 🙂

Sensacional.