Seis soldados uniformizados tiverama brilhante idéia (sic!) de gravar um vídeo onde eles apareciam dançando o Hino Nacional na versão FUNK!

O que era para ser uma “brincadeira”, acabou por se tornar [voz das vinhetas da seção da tarde] uma encrenca daquelas [/voz das vinhetas da seção da tarde] depois que o vídeo caiu no Youtube.

Ocorre que o Hino é um símbolo nacional e merece ser respeitado e esse respeito é ainda maior quando se trata de um militar, que não deve nem cruzar os braços enquanto o Hino está sendo executado. Segundo o site G1, o Exército abriu um inquérito policial militar para apurar o ocorrido e caso a denúncia seja aceita, que é um crime tipificado no Código Penal Militar, os militares podem ganhar de 1 a 2 anos de reclusão.

Tudo culpa do funk, tá vendo?